Gilberto Matter Paisagismo  
Paisagismo  
Dicas  
Jardinagem  
Artigos  
Envie seu Artigo  
Plantas  
Idéias & Curiosidades  
Ecologia e Meio Ambiente  
Sem comentários  
Produtos  
Produtos exclusivos  
Novidades  
Classificados  
Promoções  
TerraCottem  
Cursos no Brasil  
Agenda de Cursos  
Agenda de Eventos  
Cadastro de Empresas  
Cadastro de Profissionais  
Teste: Ter um jardim?  
Newsletter  
Download  
Perguntas & Respostas  
Links  
Biblioteca Verde  
Cartões Virtuais  
Fotos do seu Jardim  
Galeria de Imagens  
Fóruns  
Cursos de Paisagismo e Jardinagem  
O Projeto  
Estrutura  
Parceria  
Cursos e Palestras  
Notícias do Centro  
Institucional  
Apresentação  
Colaboradores  
Parceiros do Portal  
Termos de Uso  
Política de Privacidade  
Opine  
Cadastre-se  
Anuncie no Portal  
Fale conosco  
 
Quando as árvores estão morrendo cuidado com a saúde das pessoas.
 
 
 
 
 
Dicas para o Cultivo de Ervas Medicinais

Normas gerais para a colheita
 
Não se deve colher plantas medicinais enquanto estiverem molhadas de chuva ou orvalho, pois o excesso de umidade retarda a secagem e favorece a decomposição das substâncias ativas, inutilizando a planta.

Na colheita de folhas, flores e ramos, devem-se usar tesouras ou facas bem afiadas, para que o corte seja preciso e a plana não fique machucada. Para a colheita de raízes, rizomas e bulbos devem-se usar enxadas, enxadões ou pás. Para a colheita de cascas usa-se um facão ou, quando possível, a própria mão, sempre nas horas mais secas do dia.
 
A colheita de frutos, vagens e sementes deve ser feita com uma tesoura ou faca afiada, ou mesmo com a mão. Para o transporte das ervas colhidas usam-se, de preferência,balaios e caixas bem arejados. Sacos plásticos não são recomendáveis, pois impedem a ventilação, favorecendo o aparecimento de fungos e a conseqüente inutilização das plantas. Ao serem colhidas, as plantas não devem ser dispostas em muitas camadas, para que não estraguem.
 
Se o sol surgir de forma intensa durante a colheita, devem-se proteger imediatamente as plantas já colhidas, para que não se percam as substâncias mais voláteis.
 
Evitar a mistura de ervas durante a colheita e antes da secagem, para que mantenham puras as suas características sutis. Deve-se fazer uma seleção básica durante a própria colheita, sempre que possível. Evitar, por exemplo, plantas doentes, com manchas, terra, poeira ou gases expelidos por veículos. Evitar colheitas na proximidade de áreas onde se usam defensivos agrícolas (herbicidas, fungicidas, inseticidas, etc.).
 
Evitar lavar as plantas após a colheita, à exceção de raízes e rizomas, pois isso pode danificá-las.

Evitar o armazenamento e o transporte das ervas colhidas junto de produtos químicos que as possam contaminar.

Armazenar as plantas ao abrigo da luz direta, umidade e poeira, enquanto se aguarda a secagem.

Época da colheita
 
A época exata da colheita de uma planta medicinal depende diretamente dos seus ritmos vitais. Isso varia de acordo não só com a espécie, mas também com a parte da planta que se quer usar. Como normas gerais valem as seguintes indicações:
 
Raízes, tubérculos, bulbos e rizomas
Colhem-se no fim do ciclo da planta, quando suas partes aéreas (folhas, flores e sementes) começam a secar e antes que brotem novamente.
 
Hastes, caules e ramos
Colhem-se quando estão bem desenvolvidos, antes da formação dos botões florais, pois estes consomem parte de seus princípios ativos.
 
Flores
Colhem-se um pouco antes do seu pleno desenvolvimento, antes que comecem a definhar e produzir sementes.
 
Inflorescências
Colhem-se no início do desabrochar das flores e antes que se abram totalmente.
 
Cascas
Colhem-se da planta adulta, após seu período de floração e frutificação, quando ela entra em repouso.
 
Frutos carnosos
Colhem-se pouco antes de sua maturação completa.
 
Sementes
Colhem-se quando estão bem maduras, ao começarem a secar.
 
Ervas inteiras
Colhem-se quando já se iniciou a formação e a abertura dos botões florais, porém antes que as flores se abram totalmente.

Hora da Colheita
 
A hora em que se faz a colheita de uma planta medicinal acentua ou restringe a sua ação terapêutica.

Geralmente o melhor período para se efetuar a colheita é pela manhã, após a evaporação total do orvalho da noite.

Nos dias ensolarados e quentes deve-se colher no final da tarde, principalmente as plantas aromáticas, pois o excesso de calor favorece a perda de seus princípios aromáticos, facilmente voláteis.

Nos dias nublados, porém bem secos, pode-se realizar a colheita a qualquer hora do dia, após a evaporação do orvalho.

Algumas ervas devem ser colhidas em noites de lua, pois a energia refletida em sua luz pode acentuar certos aspectos da atuação da planta e encobrir outros.




 
 
 
 
Como cuidar das suas plantas no inverno
Confira dicas!
Dez razões para plantar hortelã em casa
Confira os benefícios dessa erva tão popular e os motivos pelos quais você deveria plantá-la em sua casa.
Conheça plantas que umidificam, filtram e oxigenam o ambiente interno
Veja quais plantas podem ser criadas dentro de casa.
Oito atitudes que você deve evitar para garantir mais vida as suas plantas
Você cuida de suas plantas, rega todos os dias, expõe elas ao sol e mesmo assim elas estão morrendo?
Horta vertical garante produtos fresquinhos todos os dias
Além de mais saudável, a alternativa é prática e econômica.
Dicas para conservar plantas dentro de casa
Cinco dicas simples de cuidados diários para mantê-las sempre saudáveis e bonitas.
Qualidade em vez de quantidade
A beleza das plantas e flores pode levar-nos a comprar mais do que necessitamos.
Conheça cada centímetro de terra
Um bom jardineiro tem de saber o potencial do seu jardim.
Em flor
O que devemos fazer para ter um jardim com mais flores.
Novas receitas de alho
Outras formas de azer e experimentar.
Combate a pragas de jardim com alho
Se quisermos tratar das plantas de forma ecologicamente correta e sustentável, o uso de plantas medicinais poderá ser um recurso de resultados eficazes.
Planta e fitoterápico
Para virar remédio, ervas precisam passar por controle rigoroso.
Plante sem chuva
Evite dias chuvosos.
Dicas do mês de maio
O que fazer neste mês.
Dez Dicas para prolongar a vida das flores em vasos, arranjos e buquês
Veja como.
Terra saudável
Como o solo é a fonte primordial de proteínas das plantas, requer um cuidado todo especial.
7 dicas para escolher mudas saudáveis
Veja dicas para escolher mudas saudáveis para o seu jardim ou horta.
Aprenda a conciliar plantas e animais de estimação
Veja dicas de algumas plantas que não fazem mal para seus bichinhos de estimação.
8 dicas com plantas e cuidados com vasos em casas
A manutenção de vasos de plantas em casas e apartamentos precisa de alguns cuidados especiais.
Ajudas preciosas
Antes de comprar qualquer utensílio de jardinagem certifique-se das suas verdadeiras necessidades.
Melhore o ambiente de sua casa com plantas
Além de decorar, algumas plantas são capazes de harmonizar o ambiente, renovar o ar e trazer energia positiva para os interiores.
Cuidados ao usar plantas medicinais
Ervas e fitoterápicos são substâncias naturais, mas podem fazer mal a saúde se não forem usadas corretamente.
Canteiros protegidos
Saiba como fazer.
A dança da chuva
Quando chover leve as plantas da varanda para passear na chuva.
Sinais de alerta
Verifique os vasos.
Dança da chuva
Quando chover e você levar as plantas da varanda para passear na chuva convém tomar algumas precauções.
Quais os primeiros passos para criar um pequeno jardim
Saiba quais são os fatores importantes.
Limpeza das folhas
É muito importante você limpar as folhas de suas plantas.
Folhas limpas para plantas mais saudáveis
A higiene adequada das suas plantas contribui para as manter saudáveis e vigorosas.
Ervas aromáticas
Um pequeno jardim de ervas aromáticas está ao alcance de qualquer pessoa.

 

© Copyright 2002 - Paisagismo Brasil
Webmaster
Email: gm@paisagismobrasil.com.br