Gilberto Matter Paisagismo  
Paisagismo  
Dicas  
Jardinagem  
Artigos  
Envie seu Artigo  
Plantas  
Idéias & Curiosidades  
Ecologia e Meio Ambiente  
Sem comentários  
Produtos  
Produtos exclusivos  
Novidades  
Classificados  
Promoções  
Cursos no Brasil  
Agenda de Cursos  
Agenda de Eventos  
Cadastro de Empresas  
Cadastro de Profissionais  
Teste: Ter um jardim?  
Newsletter  
Download  
Perguntas & Respostas  
Links  
Biblioteca Verde  
Cartões Virtuais  
Fotos do seu Jardim  
Galeria de Imagens  
Fóruns  
Cursos de Paisagismo e Jardinagem  
O Projeto  
Estrutura  
Parceria  
Cursos e Palestras  
Notícias do Centro  
Institucional  
Apresentação  
Colaboradores  
Parceiros do Portal  
Termos de Uso  
Política de Privacidade  
Opine  
Cadastre-se  
Anuncie no Portal  
Fale conosco  
 
Preserve a natureza. Faça a coleta seletiva do lixo.
 
 
 
 
 
A importância da manutenção na beleza do jardim

Quando sonhamos com um belo jardim, esperamos ver folhagens verdes, flores exuberantes, gramados maravilhosos e muitos outros prazeres como sensações e cheiros.

As plantas tornam o ambiente mais agradável. Por menor que seja o espaço, sempre é possível incluir um vaso ou um pequeno canteiro. Se você tem bastante espaço, então aproveite. Um jardim bem cuidado embeleza e valoriza o ambiente

Para isso é necessário contratar um profissional que desenvolva um projeto viável com o clima, com o estilo da arquitetura da casa e principalmente com a disponibilidade de cuidados que os proprietários possam ter com o novo jardim.

Geralmente, a arquitetura do imóvel comanda alguns aspectos do paisagismo. Um edifício com arquitetura rígida, por exemplo, e formal pode receber um jardim de estilo francês. No entanto, esse mesmo prédio pode aceitar um jardim com aspectos orgânicos não simétricos, tudo depende do trabalho do paisagista e de sua integração com o arquiteto que desenhou a obra.

Ao escolher as plantas, deve-se atentar para os aspectos ambientais, como profundidade do solo e recursos naturais disponíveis (água, luz, temperatura, vento, etc.). Plantas mais velhas e maiores são mais caras mas, em compensação, mais cedo oferecem um jardim cheio.

Use e abuse de plantas adaptadas à região e às condições climáticas, que dão menos problemas de doenças e manutenção. Já algumas espécies, apesar da moda, não são indicadas para jardins de condomínios. É o caso do ficus benjamina, das chefleras e das brassaias. Apesar de bonitas, de crescerem rápidas, enraízam nos encanamentos, entupindo-os; abrem fendas em lajes, destroem rodapés e causam sérios problemas de infiltração de água.

Depois do jardim implantado com as plantas adequadas, é hora de pensar na manutenção. A sua periodicidade, geralmente, é proporcional ao tipo e tamanho do jardim e das espécies utilizadas. Não há regras e tudo deve ser baseado no projeto.

Por exemplo, um jardim de plantas anuais, para estar sempre florido, exige troca freqüente de mudas, a cada 2 meses, aproximadamente. É fundamental entregar a manutenção para um profissional preparado: há adubos específicos para cada ocasião e cada tipo de planta e remédios adequados para determinadas pragas.

Algumas plantas precisam de podas regulares. Outras, se podadas, são irremediavelmente prejudicadas. Portanto, uma manutenção adequada pode ser feita a cada quinze dias, um mês ou até dois meses. Tudo depende do tipo de vegetação que foi implantada e dos cuidados que elas necessitam.

O barato sai caro
Muitas vezes, escolher o mais barato não é a melhor saída. Quando alguma planta é danificada irremediavelmente no condomínio ou na residencia, seja por reforma ou por falta de cuidados adequados, muitas pessoas, na ânsia de economizar, acabam indo as floriculturas comprar, pessoalmente, outras mudas, que serão plantadas por um funcionário ou por eles próprios. É grande a chance de um leigo ser enganado e levar gato por lebre, por não terem conhecimento das espécies.

Normalmente, os paisagistas garantem as plantas que colocam num jardim, pois sabem a sua procedência e qualidade. Sabem também que plantaram da maneira correta e conhecem se um canteiro está sendo regado e cuidado da maneira como ele orientou.
Se a idéia é economizar, há algumas dicas que podem ser usadas já no projeto do jardim.

Por exemplo: quanto maior a planta, mais cara. O tamanho da planta encarece, inclusive, o seu transporte. Uma grande quantidade de plantas menores pode custar o mesmo queoutras plantas maiores. Outro fator fundamental: verificar se o local onde será formado o jardim está bem impermeabilizado.

A impermeabilização é fundamental. Colocar um jardim numa laje mal impermeabilizada é ter que mexer nas plantas depois, colocando em risco toda a vegetação. Se você pode fazer uma vez certo, por que fazer várias vezes errado e gastar mais?

Mas muitas vezes não temos em mente que um jardim não está concluído logo após a sua implantação. É necessário tempo e cuidados especiais para que as plantas se desenvolvam.

Verificamos que na maioria das vezes esse cuidado tão necessário se limita ao corte do gramado e às podas radicais que deixam todas as plantas com formatos iguais, descaracterizando sua forma natural.

Cuidados ao podar para não inibir florações, frutificações e também respeitar o formato de cada planta. Fazer uma adubação adequada para cada época do ano e para cada espécie.

Fazer a verificação periódica das espécies para detectar possíveis pragas e doenças.

Portanto, antes de sonhar com um jardim, lembre-se que as plantas não são apenas elementos decorativo e sim seres com vida própria, que ao longo de sua existência sofrem alterações que precisamos respeitar e cuidar para podermos usufruir da sua beleza e benefícios.


Por Inês Reis e Márcia Marques



Fonte de pesquisa: forumdaconstrucao.com.br










 
 
 
 
Sistema holandês transforma telhados convencionais em belos jardins (novo)
A empresa desenvolveu um produto simples, capaz de transformar qualquer telhado comum em um telhado verde.
Cidade cria projeto para se livrar de carros e ampliar áreas verdes (novo)
O ousado projeto de mobilidade urbana pretende devolver as áreas tomadas pelos carros aos pedestres, ciclistas e parques, reduzindo ao máximo o uso de automóvel para transitar pelas ruas.
Plantas podem melhorar sua produtividade
Ter uma plantinha no escritório pode tornar a equipe mais produtiva.
Paisagismo Sustentável
É organizar a natureza e a paisagem a serviço do homem.
Jardim é terapia
O contato direto com a natureza é capaz de ajudar na recuperação de doenças, estimulando a vontade de a pessoa viver e lutar.
Conheça os benefícios do telhado verde
O impacto ambiental está relacionado diretamente aos efeitos da ação do homem sobre o meio ambiente.
Burle Marx: Um grande amante da arte
Considerado um dos maiores paisagistas do Século XX.
Contratar um profissional para planejar o seu jardim
Neste artigo português o que se pretende é conhecer um pouco do trabalho de um profissional nesta área.
Arborização urbana reduz a criminalidade
Áreas arborizadas: aumentam a expectativa de vida, o índice de felicidade e reduzem a criminalidade.
Topiaria: a arte de esculpir a natureza
A topiaria é a transformação de plantas em esculturas vivas.
Ar mais puro
A colocação de certas espécies vegetais é a melhor forma de remover gases tóxicos.
Planejamento de Jardins
O que é o planejamento? O que significa planejar?
Jardim Botânico Plantarum é aberto ao público
Pessoas interessadas no universo botânico podem desfrutar de um centro de referência em flora brasileira.
Projeto regulamenta profissão de paisagista no Brasil
O Projeto de Lei 2043/11, do deputado Ricardo Izar (PV-SP), em tramitação na Câmara, regulamenta a profissão de paisagista.
As diferenças entre paisagismo e jardinagem
Paisagista quando contratar?
A primeira floresta vertical do mundo
Duas torres verdes estão sendo construídas em Milão, Itália.
Nova publicação na área de paisagismo
Está sendo lançado este mês o livro Paisagismo: projetando espaços livres, de autoria do arquiteto e paisagista Marcos Malamut.
A Paisagem Urbana
Além da função paisagística, a arborização urbana proporciona benefícios à população.
Crescimento da construção civil intensifica demanda por paisagistas
O aumento do mercado é tão intenso que as empresas enfrentam dificuldades em encontrar profissionais especializados.
Idéias para projetar um jardim privativo
Veja como transformar um pequeno espaço do quintal em um lugarzinho especial, reservado exclusivamente para o aconchego da família.
Paisagismo de áreas internas
Neste tipo de projeto existem, como nos outros, um estudo a se fazer.
Lagos Ornamentais nos Projetos Paisagísticos
São elementos integrantes aos projetos paisagísticos em busca da natureza, harmonia, prazer, equilíbrio visual e climático.
O paisagismo e o crescimento da necessidade por profissionais qualificados da área.
Queremos iniciar aqui neste espaço, um amplo debate sobre o paisagismo e estes profissionais no Brasil.
Paisagismo Urbano
Para cada projeto de paisagismo, existem fatores a se considerar, como o porquê de implantar, onde implantar, como implantar, como manter, que estilo, que cores e quais as características desejáveis das plantas.
Como planejar o plantio do seu jardim
Se você gosta de plantas, o gramado, jardim ou horta de sua casa deve lhe proporcionar horas de prazer.
Os dez mandamentos do paisagista ecológico
Siga estes passos para proteger a Natureza.
Avaliando uma empresa de irrigação
Parâmetros para avaliar e selecionar uma proposta e a empresa para implantação de um sistema de irrigação em seu gramado.
Reforma em condomínios
Antes de fazer a reforma consulte um paisagista para não afetar a vida do jardim.
Livro mostra como Burle Marx transformou o jardim em um campo de experimentação da arte moderna
Transformar o jardim verdadeiramente em uma obra de arte viva.
Serviços de paisagismo
Mesmo enfrentando o estigma de atividade de elite, os empresários do ramo de paisagismo são unânimes em afirmar que o mercado está em expansão.

 

© Copyright 2002 - Paisagismo Brasil
Webmaster
Email: gm@paisagismobrasil.com.br