Gilberto Matter Paisagismo  
Paisagismo  
Dicas  
Jardinagem  
Artigos  
Envie seu Artigo  
Plantas  
Idéias & Curiosidades  
Ecologia e Meio Ambiente  
Sem comentários  
Produtos  
Produtos exclusivos  
Novidades  
Classificados  
Promoções  
TerraCottem  
Cursos no Brasil  
Agenda de Cursos  
Agenda de Eventos  
Cadastro de Empresas  
Cadastro de Profissionais  
Teste: Ter um jardim?  
Newsletter  
Download  
Perguntas & Respostas  
Links  
Biblioteca Verde  
Cartões Virtuais  
Fotos do seu Jardim  
Galeria de Imagens  
Fóruns  
Cursos de Paisagismo e Jardinagem  
O Projeto  
Estrutura  
Parceria  
Cursos e Palestras  
Notícias do Centro  
Institucional  
Apresentação  
Colaboradores  
Parceiros do Portal  
Termos de Uso  
Política de Privacidade  
Opine  
Cadastre-se  
Anuncie no Portal  
Fale conosco  
 
Projeto de paisagismo não é orçamento sem compromisso
 
 
 
 
 
Uma balada para cada planta

O alucinante som das guitarras elétricas parece inacreditável num ambiente daqueles: afinal, trata se de uma estufa, onde os ouvintes do furioso rock não passam de indolentes pés de abóbora. Na estufa ao lado, outro espantoso espetáculo: um segundo grupo de aboboreiras ouve comportadamente músicas de Beethoven.

No entanto, o mais surpreendente ainda está por acontecer. Depois de oito semanas submetidos ao som do rock, os pés de abóbora terão “fugidos” do alto-falante que irradiava a música, crescendo em direção oposta a ele, até escalando as paredes de vidro da estufa, como se tentassem se distanciar da fonte sonora.

Na estufa ao lado, após as mesmas oito semanas, o fenômeno será oposto. As plantas estarão crescendo em direção ao alto-falante que as presenteia com os sons de Beethoven; uma das aboboreiras chegará a se enroscar carinhosamente em torno dele.

A experiência com as aboboreiras, desenvolvida em 1969 por dois estudantes de Denver, nos Estados Unidos, foi apenas uma das milhares que se realizaram em todo o mundo, inspiradas nas descobertas de Cleve Backster sobre a sensibilidade das plantas. Ela veio apenas comprovar algo que as pesquisas de Backster já permitiam induzir: os vegetais são extremamente sensíveis a estimulações sonoras. No caso das abóboras, verificou se uma rejeição ao impacto sonoro do rock e uma aceitação a suavidade da música de concerto.

Isso não quer dizer que necessariamente todas as plantas "destestem" o rock, e que todas “amem" a música erudita. Segundo os especialistas, significa apenas que as aboboreiras mais especificamente, aquela espécie de aboboreiras parecem ter tais preferências.

Muitas outras experiências sobre a reação dos vegetais a estímulos sonoros são relatadas por Peter Tompkins e Christopher Bird no livro A Vida Secreta das Plantas. Esses autores descrevem, por exemplo, as pesquisas conduzidas pelas biólogas Mary Measures e Pearl Weinberger, da Universidade de Ottawa (Canadá), que decidiram ampliar estudos anteriores sobre a influência de freqüências ultra-sônicas na germinação e crescimento de certas espécies vegetais.

Diversos cientistas russos, americanos e canadenses já haviam concluído que aquelas freqüências sonoras são capazes de estimular vegetais como a cevada, o girassol e a ervilha Siberiana, mas, que também podem exercer ação oposta   isto é, inibir o desenvolvimento   em outras espécies. A partir dai, Mary e Pearl procuraram investigar se freqüências audíveis especificas poderiam ser eficazes para ativar o crescimento do trigo.

As duas biólogas conheciam a experiência do fazendeiro e engenheiro canadense Eugene Canby, que conseguiu uma safra de trigo 66% superior à média da região (Wainfleet, Ontário) transmitindo para a plantação, a intervalos regulares, as sonatas para violinos de Johann Sebastian Bach. Mary e Pearl trabalharam quatro anos e chegaram a conclusões altamente positivas. Descobriram que, submetidas a estímulos sonoros da ordem de 5000 ciclos por segundo, certas variedades de trigo tinham seu crescimento grandemente acelerado, a ponto de permitir prever safras com o dobro de produtividade em relação aos padrões normais

Num artigo para um jornal cientifico, elas sugeriam que as ondas sonoras talvez produzam um efeito ressonante nas células vegetais, fazendo assim com que a energia se acumule e afete o metabolismo das plantas.

Em seqüência aos estudos das biólogas canadenses, vários pesquisadores relataram ter conseguido acelerar fortemente o crescimento de hortaliças, como nabos e alfaces, quando esses vegetais eram submetidos a freqüências sonoras bastante especificas.

As sucessivas comprovações de tais fenômenos levaram a Dra. Weinberger a afirmar que, sem dúvida, entre os implemento agrícolas do futuro figurarão um oscilador para a produção sons e um alto falante".



Fonte de pesquisa: Livro Plantas e Flores




 
 
 
 
 
Plantas podem ver, ouvir, cheirar e até reagir? (novo)
Na visão de Jack Schultz, plantas são "como animais muito lentos": conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos. - Postada em 16 junho 2017
Sem músculos e cérebro, planta carnívora ainda intriga cientistas
Depois de verem fotos da planta postadas por um naturalista amador no Facebook, pesquisadores confirmaram que aquela espécie de drosera era nova para a ciência. - Postada em 07 março 2017
Plantas conversam entre si e possuem até uma espécie de internet, revelam cientistas
Com o uso de gases e fungos, vegetais avisam que estão doentes ou a chegada de predadores.
A caiação das árvores
Como surgiu a incauta pintura e continua até os dias de hoje.
Ouro cresce em árvore?
Cientistas dizem que sim,
Músicas do Black Sabbath fazem bem às plantas, diz especialista
Ajudam a evitar doenças e faz com que elas floresçam melhor.
Vitória Régia a rainha dos lagos. Além da lenda ...
Diz a lenda, que a lua cheia, dona de encantos fabulosos, teria poderes de transformar lindas jovens em estrelas radiantes a brilhar no céu ao lado de nossas constelações boreais.
Mesa de musgo coleta energia da fotossíntese
Já pensou em ter uma mesa de musgo?
Incrível planta se faz de morta quando é tocada
A planta usa o seu sistema de defesa para enganar predadores.
Coletivo de designers aposta em plantas como acessórios
Eles desenvolveram uma linha de joias que transforma plantas em acessórios.
Árvores criam raízes em excesso e usam-nas como armas
Para que servem essas raízes extras?
Verde que mata
As estratégias de caça de algumas das plantas carnívoras mais estranhas do mundo são perturbadoras, muito além do que os botânicos poderiam imaginar.
Os fascinantes cactos e outras suculentas
As cactáceas são plantas suculentas com folhas completamente reduzidas ou transformadas em mamilos com espinhos.
O mistério das plantas e vasos furtados
Lá em Portugal também acontece. Incrível.
Plantas Companheiras
As plantas também têm preferências e se dão melhor com umas do que com outras.
Japoneses usam cortina feita de pepino e plantas para fugir do calor
O acidente na usina de Fukushima reduziu a produção de energia no país e os japoneses terão que enfrentar as temperaturas altas sem ar-condicionado.
Hóspedes educadas, formigas sabem de longe qual é a sua árvore
Cientistas espécie de formiga que consegue reconhecer a árvore onde vive por sua estrutura química.
Jabuticabeira que produz rápido
Chacareira de Jaguariúna aplica técnica em mudas originadas de sementes, que dão frutos a partir do quinto ano.
Cogumelos
Há milhares de anos, os chineses foram os primeiros a usar cogumelos como alimento.
Lustre ecológico permite cultivar plantas em ambientes fechados
Objeto de decoração ilumina o ambiente ao mesmo tempo que fornece luz para fotossíntese.
Vaso inteligente cuida das suas plantas por você
A tecnologia chegou ao jardim.
Aprenda quais são as plantas para atrair bons fluidos em 2011
As plantas podem ser aliadas para começar 2011 com o pé direito.
Círculo das Fadas
Crie um lugar mágico em seu jardim para atrair as fadas.
A estratégia inteligente das plantas
As plantas e animais aceitaram satisfazer os nossos desejos e paixões com o intuito de se perpetuarem.
Os diversos agentes da polinização
Todos os segredos de um novo organismo vegetal estão contidos em cada minúsculo grão-de-pólen.
Loja vende plantas cultivadas dentro de lâmpadas
A ideia é simples.
Jardim da Magia
Se você quiser cultivar um jardim de que as fadas vão gostar.
Vasos urbanos antiqueda encaixam no muro
Produto está disponível em várias cores e tem design patenteado.
Aromas e perfumas das plantas
Desde os primórdios da humanidade o aroma e o perfume das plantas fascinaram o ser humano.
Que árvore você é?
Veja a sua data de nascimento para saber

 

© Copyright 2002 - Paisagismo Brasil
Webmaster
Email: gm@paisagismobrasil.com.br