Gilberto Matter Paisagismo  
Paisagismo  
Dicas  
Jardinagem  
Artigos  
Envie seu Artigo  
Plantas  
Idéias & Curiosidades  
Ecologia e Meio Ambiente  
Sem comentários  
Produtos  
Produtos exclusivos  
Novidades  
Classificados  
Promoções  
Cursos no Brasil  
Agenda de Cursos  
Agenda de Eventos  
Cadastro de Empresas  
Cadastro de Profissionais  
Teste: Ter um jardim?  
Newsletter  
Download  
Perguntas & Respostas  
Links  
Biblioteca Verde  
Cartões Virtuais  
Fotos do seu Jardim  
Galeria de Imagens  
Fóruns  
Cursos de Paisagismo e Jardinagem  
O Projeto  
Estrutura  
Parceria  
Cursos e Palestras  
Notícias do Centro  
Institucional  
Apresentação  
Colaboradores  
Parceiros do Portal  
Termos de Uso  
Política de Privacidade  
Opine  
Cadastre-se  
Anuncie no Portal  
Fale conosco  
 
O plantio é opcional, a colheita obrigatória.
 
 
 
 
 
Exportação de flores em 2006 supera a do ano passado

A exportação de flores e plantas brasileiras deu sinais claros de vigor em 2006. Levantamento realizado pelo engenheiro agrônomo Antônio Hélio Junqueira e pela economista Márcia Peetz, diretores da Hórtica Consultoria e Treinamento, de São Paulo, revela que de janeiro a novembro de 2006 o País acumulou vendas internacionais de US$     27,43 milhões. Esse valor é 9,58% maior que o apurado em todo o ano de 2005, quando o País exportou US$     25,75 milhões.


 
"Ainda faltam contabilizar as exportações de dezembro, que sempre foi um ótimo período para as exportações de flores e plantas brasileiras. Por isso, as projeções são de que o País chegará ao fim deste ano com valores exportados próximos ou até superiores a US$     30 milhões”, explica Hélio Junqueira na análise que produz sobre as exportações do setor a partir da base de dados da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
 
Segundo Hélio Junqueira, apesar de os gargalos logísticos e da valorização do real diante do dólar, a análise dos dados mostra que o Brasil tem mantido um crescimento sustentável das exportações de flores e plantas ornamentais. "Estamos mantendo taxas reais de aumento de vendas, em dólar, que variam de 10% a 15% ao ano", assinala.
 
Na análise Hélio Junqueira traça alguns fatores positivos e negativos que podem impactar o setor em 2007. “Talvez seja ainda muito cedo para se arriscar previsões para 2007, já que se trata de um setor de mercadorias altamente perecíveis, suscetível a fenômenos e reviravoltas importantes. No entanto, já é possível prospectar tendências no cenário mundial”, explica.
 
Entre os fatores que podem ocorrer e que o engenheiro agrônomo considera como positivos está a perspectiva de revisão da política cambial, com desvalorização do real diante do dólar, além da consolidação do crescimento das exportações na União Européia e a continuidade do aumento do consumo de flores e plantas no Leste europeu, Ásia e Oriente Médio.
 
No outro extremo existem fatores que poderão trazer dificuldades ao setor de flores e plantas ornamentais. Um deles é a própria continuidade da atual política cambial, avalia o especialista. A logística de exportação também pode contribuir para uma queda no desempenho do setor. A concorrência chinesa (bulbos e mudas) e colombiana (flores frescas ao mercado norte-americano) também são desafios a serem superados.
 
Balança comercial
 
Se avaliada a balança comercial do setor de flores e plantas ornamentais brasileiras o resultado também é favorável. No período de janeiro a novembro, o saldo acumulado foi de US$     19,91 milhões, mantendo o desempenho de importação na faixa de 27% sobre os valores exportados. Segundo Hélio Junqueira, esse valor deve-se à importação de materiais de propagação como bulbos e mudas, necessários para manter a atividade no Brasil.
 
Na análise da exportação por segmentos, o de mudas de plantas ornamentais foi o mais representativo nas exportações brasileiras. De janeiro a novembro de 2006 respondeu por 43,51% das vendas internacionais do País, trazendo US$     11,93 milhões em divisas. Na segunda posição aparece o segmento de bulbos, tubérculos, rizomas e similares, que representou 36,48% nos 11 primeiros meses de 2006, fechando na casa dos US$     10 milhões.
 
O segmento no qual o Sebrae tem participado ativamente na capacitação técnica e gerencial de pequenos produtores, o de flores e botões frescos de corte para buquês e ornamentações, é o terceiro grupo na pauta de exportações brasileira, segundo levantamento da Hórtica Consultoria e Treinamento. Somou vendas internacionais de US$     2,79 milhões, representando 10,16% da pauta de exportações brasileira no setor de flores e plantas ornamentais.
 
Hoje, o Sebrae apóia 19 projetos na área de flores e plantas ornamentais. As unidades da federação atendidas são Alagoas, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Alguns desses estados têm mais de um projeto sendo executado em diferentes regiões.
 
Todos esses projetos são monitorados pela metodologia Gestão Estratégica Orientada para Resultados (Geor). Ela permite que os resultados a serem alcançados sejam definidos pelos próprios empresários atendidos e ainda facilita o acompanhamento em tempo real das ações que são definidas em comum acordo com os floricultores e as instituições parceiras.

 
Fonte: Agência Sebrae de Notícias




 
 
 
 
 
Terracottem - uma revolução para as plantas (novo)
Diminui a necessidade de irrigação em até 75%, aumenta em até 60% a eficácia dos nutrientes, reduz os custos com mão de obra, plantio e manutenção entre 25 a 75%. Os custos de reposição levam a uma redução na mortalidade de plantas entre 20 e 100%.
Primeira floresta vertical da Ásia terá 3 mil plantas e capacidade de gerar 60 Kg de oxigênio por dia (novo)
É a retomada do verde nas cidades.
Plantas que produzem eletricidade, um sonho que vira realidade (novo)
Um arrozal capaz de produzir eletricidade dia e noite para uma aldeia isolada da Ásia é um sonho que toma forma na Holanda, com um sistema gerador de energia usando plantas que crescem em ambientes alagados.
Portal Paisagismo Brasil - 14 anos
Muito nos orgulhamos do que nasceu de um sonho, informar e conscientizar as pessoas com relação a temas ligados à natureza.
Dicas sustentáveis para afastar os mosquitos de sua residência e quintal
Nunca é demais repetir sempre, todos os cuidados que se deve ter com este inimigo tão pequeno e incômodo.
Seis tipos de plantas funcionam como repelentes naturais de insetos
A melhor opção, mais saudável e ecológica, é criar plantas que repelem insetos em seu jardim.
Startup paulista cria sensor que ajuda esquecidos a regar plantas
Dispositivo mostra uma luz vermelha quando solo está seco. Ao molhar a terra, aparelho fica verde.
Na briga contra o Aedes botânicos pedem deixem as bromélias em paz
De vilã a heroína: especialistas defendem que as plantas ajudam o homem no combate.
Adote uma planta ameaçada
O Jardim Botânico de IBUNAM no México tem esta iniciativa.
Floresta Amazônica está doente com muito sol e falta d'água
Pesquisadores do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFMG investigam espécies submetidas a severas condições de estresse ambiental, com excesso de sol e falta d'água.
Encontrado o gene responsável pela reação das plantas ao toque
Plantas sujeitas a stress mecânico causado, por exemplo, pelo toque, não podendo fugir, adaptam-se fisiológica e morfologicamente para sobreviver.
Produtores de flores e plantas ornamentais expandem produção
Brasil é o terceiro maior produtor e segundo maior exportador mundial do setor.
Planta africana contém substância eficiente contra dependência química
A ibogaína é pelo menos cinco vezes mais eficiente para interromper a dependência química do que tratamentos convencionais.
Lançamento do livro PAISAGISMO (S) NO BRASIL
21 de 0utubro de 2014 de Rubens de Andrade.
As recém descobertas habilidades vegetais
Como as plantas "falam" umas com as outras.
Estudo ajuda a desvendar a linguagem das plantas
Nova pesquisa descobriu particularidades genéticas relacionadas à produção de compostos químicos que permitem a comunicação entre as plantas.
Humanidade aumenta reservas de grãos perante cataclismos iminentes
O maior acervo de plantas agrícolas no mundo foi completado por sementes de 20 mil plantas, procedentes de 100 países.
Nasa planeja cultivar vegetais na Lua em 2015
Nasa vai dar o primeiro passo para que, no futuro, o homem permaneça por períodos mais longos no espaço.
Curso: Aprenda a cuidar de suas plantas - FLORIANÓPOLIS - SC
No Jardim do Rancho - Espaço Natural para Eventos
Dia Nacional do Paisagista
04 de outubro
Primavera
Primavera da vida, mudança na natureza e nas pessoas.
Dia da árvore
É nossa responsabilidade protegê-las!
Plantas e animais podem perder metade de seu espaço vital com aquecimento global
O aumento das emissões de gás de efeito estufa colocam o planeta em uma trajetória de aquecimento.
Aplicativo mapeia árvores urbanas para controlar a saúde das plantas
O uso a tecnologia para classificar as espécies da floresta urbana.
Telhados vivos são solução para a falta de verde nas grandes cidades
Que tal ter uma área verde extra onde você mora ou trabalha.
Plantas que brilham no escuro podem mudar a forma com que produzimos luz
A ideia é identificar os genes de algas bioluminescentes.
Plantas podem ouvir umas as outras, indica estudo
Plantas usam um mecanismo desconhecido para detectar outras plantas quando todas as vias de comunicação estão bloqueadas exceto o som.
Pesquisadores conseguem extrair energia elétrica de plantas
Os pesquisadores da Universidade de Georgia (UGA) resolveram extrair eletricidade das plantas.
Plantas que já fizeram sucesso agora voltam aos jardins
Paisagismo também segue tendências; descubra as espécies de plantas que estão na moda.
Lagartas deixam recados nas plantas para próximas gerações
Não são apenas os humanos que deixam lições para gerações futuras.

 

© Copyright 2002 - Paisagismo Brasil
Webmaster
Email: gm@paisagismobrasil.com.br