Gilberto Matter Paisagismo  
Paisagismo  
Dicas  
Jardinagem  
Artigos  
Envie seu Artigo  
Plantas  
Idéias & Curiosidades  
Ecologia e Meio Ambiente  
Sem comentários  
Produtos  
Produtos exclusivos  
Novidades  
Classificados  
Promoções  
Cursos no Brasil  
Agenda de Cursos  
Agenda de Eventos  
Cadastro de Empresas  
Cadastro de Profissionais  
Teste: Ter um jardim?  
Newsletter  
Download  
Perguntas & Respostas  
Links  
Biblioteca Verde  
Cartões Virtuais  
Fotos do seu Jardim  
Galeria de Imagens  
Fóruns  
Cursos de Paisagismo e Jardinagem  
O Projeto  
Estrutura  
Parceria  
Cursos e Palestras  
Notícias do Centro  
Institucional  
Apresentação  
Colaboradores  
Parceiros do Portal  
Termos de Uso  
Política de Privacidade  
Opine  
Cadastre-se  
Anuncie no Portal  
Fale conosco  
 
Quando as árvores estão morrendo cuidado com a saúde das pessoas.
 
 
 
 
 
Animais x Jardins

Com a adoção de algumas práticas simples, é possível garantir um jardim saudável e um animalzinho feliz.

Convivência pacífica

Engana-se quem acredita que é impossível manter um belo jardim com a presença de animais. Como hoje em dia quase ninguém vive sem seu bichinho de estimação, esse é um dos primeiros questionamentos a fazer antes de elaborar o projeto paisagístico. Mas tudo tem um preço: se você sonha com canteiros de flores delicadas, por exemplo, desista. O jardim tem de ser adaptado em função das necessidades do animal, caso contrário, os estragos serão inevitáveis.

Cães pequenos e gatos não costumam trazer muitos inconvenientes. O tamanho e a força menores minimizam o problema de buracos e retirada de plantas. Os maiores vilões são mesmo os cães de grande porte, que costumam cavar buracos no gramado e comer as plantas. Entretanto, quando a convivência é prevista, há diversas formas de minimizar os estragos. A primeira providência é analisar o percurso do animal. 0 piso por onde ele passa, por exemplo, deve seguir tons mais avermelhados, para que as pegadas não fiquem visíveis. Outra idéia unânime entre os paisagistas é a criação de recantos áridos, com pedras e espécies com folhas ou partes pontiagudas, como cactos, agaves e suculentas.



Cães das raças labrador, rottweiler e golderi retriever, normalmente, são os mais agitados e travessos, mas isso depende de uma série de fatores, como criação, linhagem e até da personalidade de seus donos. A idade do cão também exerce influência na manutenção. Filhotes trarão dores de cabeça na certa. O proprietário deve ter paciência e tentar conviver com os problemas. Raças muito agitadas, desajeitadas ou excessivamente brincalhonas são ideais para proprietários que aceitam conviver com as travessuras.

Além de adestrar o cão, o que deve ser feito a partir dos seis meses de idade do animal. Para ele entender os comandos básicos, uma boa dica é repreendê-lo no mesmo minuto em que estiver cometendo uma falta grave. Se deixar para depois, ele não vai entender o motivo da bronca.

A presença dos animais exige observação constante da área verde. Saiba que o cão vai eleger um lugar para ficar, que deve receber uma formatação mais simples, com extensa área gramada e pontuada por espécies esculturais, como palmeiras, árvores-do-viajante e cicas.

Perigo

Plantas bulbosas e rizomatosas - como as helicônias (Heliconiaccae sp), alpínias (Alpinia spp), amarílis (Hippeastrum hybridum), lírio-do-vento (Zephyranthes candida) e madressilvas (Lonicera japonica), dentre outras - devem ficar longe dos animais. O cão cava até encontrar o bulbo ou rizoma, come e pode morrer. O pingo-de-ouro deve ficar sempre podado, pois seus frutos também são tóxicos. Pelo mesmo motivo, é proibido usar torta de mamona e farinha de osso na adubação.

Bromélias a salvo

Alguns truques podem ser incorporados para se aproximar do jardim dos sonhos. Mantenha as flores mais delicadas em locais fora do alcance do animal.

Outra dica é criar jardins mais elaborados em locais protegidos. A idéia contrária também funciona: reserve um local fechado no jardim apenas para os animais. Eventualmente, eles podem ser soltos e passear pelo espaço todo, minimizando os problemas.

Se você é um apaixonado por espécies tropicais, não precisa desistir de implantar bromélias (Bromeliaceae sp), uma das preferidas no cardápio dos cães, as raízes dessas plantas exalam um odor semelhante ao de carne, atraindo a atenção dos animais. A dica é usar a espécie em vasos, com forração de seixos.

Com o tempo, o animal tende a seguir os critérios estabelecidos pelo dono. Eventualmente, ele pode assumir alguns cantos que terão de ser reformados. Tais medidas e cuidados podem ser sentidos no bolso, mas, mesmo assim, os proprietários afirmam que, para ter a companhia do bichinho, vale qualquer esforço. 0 animal é como alguém da família, não pode ser simplesmente descartado.


Fonte de pesquisa: Revista Paisagismo e Jardinagem




















 
 
 
 
Espantar insetos com plantas (novo)
É possível reduzir a presença de insetos com o cultivo de plantas.
Antiestresse: cultivo de minijardins é ótimo exercício físico e mental (novo)
Ter e cuidar de um jardim em casa pode fazer muito bem para saúde.
Cor da hortênsia depende da acidez da terra; saiba como plantar e obter belas flores
Veja dicas e aprenda como cultivar a sua hortênsia.
Seis plantas para cultivar em casa que servem como repelente natural
Em épocas de epidemia de doenças uma das maiores preocupações das pessoas é cuidar da casa para ficar longe do mosquito Aedes aegypti.
Família norte americana produz 3 toneladas de alimentos orgânicos no próprio quintal
Você já imaginou poder encontrar todos os alimentos necessários para a sua dieta em seu próprio quintal?
Livro disponível on-line incentiva crianças a aprenderem sobre cactos
A editora do Instituto Nacional do Semiárido lançou o livro infantil "Cactos do Semiárido do Brasil, ler e colorir".
O que saber sobre as orquídeas
Você não precisa ter uma área gigante para cultivar lindas orquídeas.
Plantas que não intoxicam seus animais
Conheça o que pode e o que não pode estar perto de seu bichinho de estimação.
Sistema de tratamento ecológico recupera rios poluídos e cria jardins flutuantes
Além de melhorar a qualidade da água e aumentar a biodiversidade aquática, o sistema revitalizou a paisagem.
Parece um jardim mas é uma horta
Mais do que uma simples horta, um jardim de hortaliças pode ser tão vistoso quanto um que tivesse flores e plantas ornamentais.
O que é fertilizante e por que as plantas precisam dele?
Para que uma planta cresça e floresça, ela necessita de diversos elementos químicos diferentes.
Flores e seus significados
O que elas representam.
Rosa, a mais famosa das flores
Tudo o que você precisa saber.
Saiba como manter um jardim florido e bem cuidado no outono e no inverno
A palavra de ordem no jardim é uma só: manutenção.
Um jardim especial para os beija-flores
É possível garantir a visita dos beija-flores no jardim, plantando espécies reconhecidamente atrativas.
Aproveite espaços ociosos e monte uma horta em casa
Ter uma horta em casa é o meio mais interessante de ter contato com a natureza.
Plantas úteis trazem harmonia para o jardim
Pode parecer incrível, mas a "sábia natureza" oferece soluções naturais para a maioria dos problemas que surgem nos jardins.
Poda em Bonsai
A poda em Bonsai desempenha um papel fundamental para a manutenção estética da planta.
Dicas de como começar um jardim em sua casa
É possível ter jardins mesmo em casas pequenas ou apartamentos.
Plantas ajudam a regular temperaturas em casas
Veja como plantas podem ser aliadas do isolamento térmico.
Conheça mitos e verdades sobre o cuidado com as plantas
Entre os ensinamentos das avós e os conselhos da vizinha, há diversos mitos sobre o cuidado com as plantas.
Insetos, plantas e jardins
Jardineiros profissionais e agricultores utilizam insetos benéficos como a sua primeira forma de controle de pragas.
Plantas dentro de casa
Condições para que a planta sobreviva dentro de casa.
Dicas de impermeabilização para jardins e floreiras
Alguns cuidados são necessários para que a umidade de jardins e floreiras não se tornem um problema.
Primavera
A estação das flores.
Receitas caseiras para cuidar do jardim
Combater pragas e doenças com receitas naturais, não prejudicam o meio ambiente.
O surgimento do Bonsai
Esta arte milenar difundida em todo o mundo, surgiu no século III a.C. na China.
Descubra plantas e ervas que podem fazer mal em excesso
Na hora de ingerir chás e saladas é preciso equilíbrio.
Cuide do jardim com receitas caseiras
Aprenda a combater pragas e doenças com fórmulas naturais.
Regras básicas para o plantio das orquídeas
É aconselhável o replante anual, ou pelo menos a cada dois anos.

 

© Copyright 2002 - Paisagismo Brasil
Webmaster
Email: gm@paisagismobrasil.com.br