Gilberto Matter Paisagismo  
Paisagismo  
Dicas  
Jardinagem  
Artigos  
Envie seu Artigo  
Plantas  
Idéias & Curiosidades  
Ecologia e Meio Ambiente  
Sem comentários  
Produtos  
Produtos exclusivos  
Novidades  
Classificados  
Promoções  
Cursos no Brasil  
Agenda de Cursos  
Agenda de Eventos  
Cadastro de Empresas  
Cadastro de Profissionais  
Teste: Ter um jardim?  
Newsletter  
Download  
Perguntas & Respostas  
Links  
Biblioteca Verde  
Cartões Virtuais  
Fotos do seu Jardim  
Galeria de Imagens  
Fóruns  
Cursos de Paisagismo e Jardinagem  
O Projeto  
Estrutura  
Parceria  
Cursos e Palestras  
Notícias do Centro  
Institucional  
Apresentação  
Colaboradores  
Parceiros do Portal  
Termos de Uso  
Política de Privacidade  
Opine  
Cadastre-se  
Anuncie no Portal  
Fale conosco  
 
Se planejar por um ano, plante uma semente, por dez anos, plante uma árvore, por cem anos, eduque o povo.
 
 
 
 
 
Aproveite espaços ociosos e monte uma horta em casa

Um famoso provérbio chinês defende que para se ter uma experiência de vida plena é preciso escrever um livro, ter um filho e plantar uma árvore. Morar em apartamento não é mais desculpa para deixar de ter uma horta.

O conceito está longe de cultivar uma árvore, mas com as limitações atuais de espaço, a solução é a ideal. Nos apartamentos, é possível cultivar hortaliças de pequeno porte e ervas nas jardineiras das janelas ou até em vasos na sacada.

Se você tiver um espaço com 25 centímetros de profundidade em uma área com uma incidência de sol direta ou indireta já dá para plantar. Ter uma horta em casa é o meio mais interessante de ter contato com a natureza. As hortaliças são pequenas, fáceis de cuidar e você consome o que plantou.

Se o apartamento tem jardineira que recebe luz solar direta algumas culturas interessantes para o plantio são rabanete, rúcula, almeirão, agrião, alface, pimentas em geral e tomate cereja. Frutas ocupam muito espaço e geralmente dão em árvores. Assim, não é recomendável cultivá-las com pouco espaço. "O tomate cereja é um tipo de cultura ótima para se plantar em lugares pequenos porque é rústico, ao contrário do tomate caqui, que é mais suscetível a doenças. E ele cresce muito rápido. Mas tem que ser replantado todo ano, quando o pé começa a secar.

No canteiro ou jardineira que tenha incidência menor ou menos duradoura de luz, vão bem as ervas como cebolinha, alecrim, hortelã e manjericão. O hortelã é uma planta perene, dá o ano todo. Já o boldo é resistente, cresce em qualquer lugar, com muita ou pouca luz. Muita gente tem pé de café em casa, mas não é uma boa ideia, a não ser do ponto de vista estético. Um único pé de café nunca produzirá o suficiente para fazer o pó, que exige um processo de maior escala, mesmo que seja artesanal.

Não é vital que o sol incida diretamente na planta, mas a luz solar tem que ser direta, ou seja, se passar através da janela, já não funciona. Além disso, é necessário que as mudas estejam em um local com circulação de ar. Não é vento, até porque muitas delas são sensíveis e não aguentam. É ar mesmo.



Por isso, é impossível manter uma horta dentro de casa ou do apartamento. Não precisa ter jardim, mas é necessário pelo menos uma jardineira na janela ou vasos na sacada.

Para fazer a horta na sacada dá para usar um vaso com o mesmo formato da jardineira - retangular e com cerca de 25 centímetros de profundidade - ou ainda, em vasos de vários tamanhos, um para cada planta ou conjunto de vegetais. Mais uma vez, é preciso pensar na incidência solar, que determina o crescimento. As plantas de maior porte ou de crescimento mais acelerado vão atrás, em vasos maiores. São elas tomate cereja, boldo, alecrim e pimenta. As de médio porte, como alface, rúcula, rabanete e cebolinha, vão no meio. E, em vasos menores, à frente das outras, vão culturas como salsa, hortelã, erva-cidreira e capim-limão.

Modo de fazer

Para preparar o espaço da horta não basta jogar a terra e as sementes. É preciso fazer uma mistura com 40% de terra vegetal, 30% de terra "normal" e 30% de areia de construção. Isso permite que a terra fique mais solta. Conclusão: as raízes se desenvolvem mais plenamente e água flui melhor. Coloque os componentes no vaso ou na jardineira, misture tudo e pronto, hora de plantar. Posicione as mudas com 10 centímetros de distância entre si e fixe-as bem à terra, dando pequenos tapinhas na superfície.

A horta deve ser regada diariamente, de preferência pela manhã. Cuidado para não encharcar a terra. O segredo é colocar a mão na superfície, ela deve ficar úmida sem virar uma "papa". Se você optar por uma horta orgânica, só entra adubo orgânico no vaso. Mas a adubação é recomendada somente um ano após o plantio, quando é interessante também adicionar húmus de minhoca ao solo.

Para que a água não fique empoçada no interior do vaso, impermeabilize a superfície dele e coloque abaixo da mistura de terra uma camada de areia grossa, seguida de brita e pedras roliças. Detalhe importante: a jardineira ou o vaso tem que ter furos na parte inferior para que a água escoe. Sob ela, coloque um pratinho com areia, para absorver a água e evitar criadouros de mosquitos, como o da dengue.

Em casa

Para fazer uma horta em casa as regras são as mesmas das de um apartamento: jardineira na janela ou vasos na varanda. Ou, melhor ainda, colocar a horta no jardim. Para fazer isso, é preciso separar as plantas ornamentais das hortaliças. Mas as hortaliças não podem ficar no nível do jardim. Elas devem ser separadas do resto das plantas por toras de madeira ou bambu, porque têm que ficar em um nível mais alto. Para isso, é preciso fazer uma espécie de "caminha" com a mistura de terra, areia e terra vegetal. Isso serve para que a água escoe sem problemas e para que as raízes tenham espaço para crescer. Essa superfície deve ter cerca de 25 centímetros e pode ser colocada em cima da terra do próprio jardim.



É interessante que a horta receba o máximo de luz possível. A facilidade para se chegar até ela também deve ser considerada. E fazer "degraus" para que as maiores não roubem o sol das menores. Para ficar bonito, invista em espécies como a cebolinha ou uma mescla de alface verde e alface roxa.

Pragas e doenças

Claro que é sempre melhor prevenir do que remediar. Mas às vezes não tem mesmo jeito. As pragas mais comuns em hortaliças são a cochonila, o pulgão e a lagarta. Um solução caseira e orgânica para acabar com os bichos é calda de fumo. Para fazê-la, basta abrir um cigarro que não foi fumado e colocar o tabaco em 500 ml de água de um dia para o outro. Depois disso, o caldo é coado para retirar os pedaços de fumo e borrifado em toda a extensão das plantas, inclusive nas folhas. Se não funcionar, o melhor mesmo é chamar um agrônomo ou paisagista antes que a praga se alastre para o resto da horta e a outras plantas da casa.



Fonte de pesquisa: Terra.com


























 
 
 
 
Espantar insetos com plantas (novo)
É possível reduzir a presença de insetos com o cultivo de plantas.
Antiestresse: cultivo de minijardins é ótimo exercício físico e mental (novo)
Ter e cuidar de um jardim em casa pode fazer muito bem para saúde.
Cor da hortênsia depende da acidez da terra; saiba como plantar e obter belas flores
Veja dicas e aprenda como cultivar a sua hortênsia.
Seis plantas para cultivar em casa que servem como repelente natural
Em épocas de epidemia de doenças uma das maiores preocupações das pessoas é cuidar da casa para ficar longe do mosquito Aedes aegypti.
Família norte americana produz 3 toneladas de alimentos orgânicos no próprio quintal
Você já imaginou poder encontrar todos os alimentos necessários para a sua dieta em seu próprio quintal?
Livro disponível on-line incentiva crianças a aprenderem sobre cactos
A editora do Instituto Nacional do Semiárido lançou o livro infantil "Cactos do Semiárido do Brasil, ler e colorir".
O que saber sobre as orquídeas
Você não precisa ter uma área gigante para cultivar lindas orquídeas.
Plantas que não intoxicam seus animais
Conheça o que pode e o que não pode estar perto de seu bichinho de estimação.
Sistema de tratamento ecológico recupera rios poluídos e cria jardins flutuantes
Além de melhorar a qualidade da água e aumentar a biodiversidade aquática, o sistema revitalizou a paisagem.
Parece um jardim mas é uma horta
Mais do que uma simples horta, um jardim de hortaliças pode ser tão vistoso quanto um que tivesse flores e plantas ornamentais.
O que é fertilizante e por que as plantas precisam dele?
Para que uma planta cresça e floresça, ela necessita de diversos elementos químicos diferentes.
Flores e seus significados
O que elas representam.
Rosa, a mais famosa das flores
Tudo o que você precisa saber.
Saiba como manter um jardim florido e bem cuidado no outono e no inverno
A palavra de ordem no jardim é uma só: manutenção.
Um jardim especial para os beija-flores
É possível garantir a visita dos beija-flores no jardim, plantando espécies reconhecidamente atrativas.
Animais x Jardins
Com a adoção de algumas práticas simples, é possível garantir um jardim saudável e um animalzinho feliz.
Plantas úteis trazem harmonia para o jardim
Pode parecer incrível, mas a "sábia natureza" oferece soluções naturais para a maioria dos problemas que surgem nos jardins.
Poda em Bonsai
A poda em Bonsai desempenha um papel fundamental para a manutenção estética da planta.
Dicas de como começar um jardim em sua casa
É possível ter jardins mesmo em casas pequenas ou apartamentos.
Plantas ajudam a regular temperaturas em casas
Veja como plantas podem ser aliadas do isolamento térmico.
Conheça mitos e verdades sobre o cuidado com as plantas
Entre os ensinamentos das avós e os conselhos da vizinha, há diversos mitos sobre o cuidado com as plantas.
Insetos, plantas e jardins
Jardineiros profissionais e agricultores utilizam insetos benéficos como a sua primeira forma de controle de pragas.
Plantas dentro de casa
Condições para que a planta sobreviva dentro de casa.
Dicas de impermeabilização para jardins e floreiras
Alguns cuidados são necessários para que a umidade de jardins e floreiras não se tornem um problema.
Primavera
A estação das flores.
Receitas caseiras para cuidar do jardim
Combater pragas e doenças com receitas naturais, não prejudicam o meio ambiente.
O surgimento do Bonsai
Esta arte milenar difundida em todo o mundo, surgiu no século III a.C. na China.
Descubra plantas e ervas que podem fazer mal em excesso
Na hora de ingerir chás e saladas é preciso equilíbrio.
Cuide do jardim com receitas caseiras
Aprenda a combater pragas e doenças com fórmulas naturais.
Regras básicas para o plantio das orquídeas
É aconselhável o replante anual, ou pelo menos a cada dois anos.

 

© Copyright 2002 - Paisagismo Brasil
Webmaster
Email: gm@paisagismobrasil.com.br