Gilberto Matter Paisagismo  
Paisagismo  
Dicas  
Jardinagem  
Artigos  
Envie seu Artigo  
Plantas  
Idéias & Curiosidades  
Ecologia e Meio Ambiente  
Sem comentários  
Produtos  
Produtos exclusivos  
Novidades  
Classificados  
Promoções  
TerraCottem  
Cursos no Brasil  
Agenda de Cursos  
Agenda de Eventos  
Cadastro de Empresas  
Cadastro de Profissionais  
Teste: Ter um jardim?  
Newsletter  
Download  
Perguntas & Respostas  
Links  
Biblioteca Verde  
Cartões Virtuais  
Fotos do seu Jardim  
Galeria de Imagens  
Fóruns  
Cursos de Paisagismo e Jardinagem  
O Projeto  
Estrutura  
Parceria  
Cursos e Palestras  
Notícias do Centro  
Institucional  
Apresentação  
Colaboradores  
Parceiros do Portal  
Termos de Uso  
Política de Privacidade  
Opine  
Cadastre-se  
Anuncie no Portal  
Fale conosco  
 
Projeto de paisagismo não é orçamento sem compromisso
 
 
 
 
 
Queda de árvores e soluções


Os vendavais são comuns nos 3 primeiros ou 4 meses do ano, podendo alterar de acordo com a região. Aqui no Sudeste é comum ouvir noticias de que muitas árvores caíram durante um vendaval, muitas com prejuízos materiais e até humanos.

Porque elas caem ? Muitas são por velhice , com copas enormes, troncos frágeis desgastados pelo tempo , roídos por cupins ou por formigas, outras porque crescem desordenadamente só para um lado, colocando um sobre peso sobre as raízes perdendo sustentação. Nas reformas das ruas ou calçadas suas raízes são cortadas, principalmente aquelas que ultrapassam o nível do solo, para se deixar uma calçada ou rua reta, normalmente são essa raízes as mais grossas que iram dar sustentação.

Há ainda as que foram plantadas em solo compactado, suas raízes não conseguem penetrar o suficiente para dar-lhes sustentação, crescem apenas dentro da cova que foi feita para o plantio e no primeiro vento forte ela tomba. Algumas espécies de árvores tem poucas raízes, 3 ou 4 são um perigo em áreas urbanas, uma delas é o falso chorão. O que fazer então ? Vou dar algumas dicas que aprendi ao longo de 35 anos de experiência como jardineiro. Devemos deixar o sentimental de lado e substituir aquela velha árvore que está para cair em cima da sua casa ou pessoas, ou então reduzir sua copa ao máximo.

Hoje em dia se consegue uma boa árvore de 2,30 a 3,00 metros de altura, sendo bem plantada e com boa fertilização, no máximo com 2 anos anos, você terá uma boa árvore fondrosa. Outra dica, observe a copa, veja senão esta crescendo somente de um lado, corrija com podas. Quanto às reformas necessárias nas calçadas e ruas conserve as raízes ao máximo, senão for possível reduza a copa a 1 ou 1,50 metro do tronco principal , como terá menos raízes para alimentá-las isso muda sua saúde, além de diminuir a resistência ao vento, enquanto a copa cresce novas raízes se formam. Outra sugestão é plantar uma nova árvore no local.

Quanto a solo compactados, prefira as de menos porte ou que aceite podas anuais. Faça uma boa cova maior que a habitual, isso é bom para seu desenvolvimento e sustentação. Árvores com poucas raízes devem ser mantidas baixas , sua altura deve ser inferior as moradias próximas e abaixo da rede elétrica, isso diminui o atrito do vento. Árvores verdes e com copas frondosas são muito pesadas você vê o estrago que faz, quando caem derrubando casas, muros, ameaçando carros, com a força do vendo esse peso pode dobrar ou até triplicar de acordo com a velocidade do vento.

Arborização urbana tem que ser planejada por técnicos ou agrônomos especialistas arboristas. Há muitas coisas a observar tais como porte (tamanho), tipo de copa, folhas, flores, ausência de frutos grandes e carnosos, hábito de crescimento das raízes, ausência de princípios tóxicos e alergênicos, adaptabilidade climática, resistência a pragas e doenças, tolerância a poluentes, baixas condições de aeração do solo e não invasora do ecossistema natural.

Árvores, não deixe de plantá-las, elas fazem bem, uma boa árvore pode transferir até 400 litros de água para o ar por dia, resfriando seu entorno, converte o gás carbônico em oxigênio tão necessário a nossa sobrevivência, esses são só dois itens dos muitos benefícios que elas podem nos proporcionar, além de beleza , abrigo de aves e insetos.

Artigo enviado pelo autor José Roberto dos Santos

E-mail: beto.gardener@hotmail.com



















 
 
 
 
Terapia ocupacional no jardim
O uso de jardins na psicologia - Artigo enviado por nosso leitor Kaio Emmanuel Farias estudante de Publicidade da Universidade São Judas Tadeu . SP - Postado em 13 julho 2017
A arte de cultivar virtudes
O garoto, de 4 anos de idade, aprendia a cultivar e a cuidar das plantas com o exemplo do seu avô.
Morar em um condomínio é viver no Jardim do Éden?
Talvez a idéia que temos do Paraíso seja bem próxima de um lugar protegido do caos exterior ....... Por Raul Cânovas
A crise e o estresse
Uma das formas mais interessantes de combater o estresse é a de se relacionar melhor com a natureza.
O dia em que a terra brotou
Hoje busco pessoas que acreditam em mudanças para uma grande mobilização social voltada para a educação ambiental.
Curiosidade infantil
Planta sente dor? A criança me fitou e disse: "É pro senhor mesmo que perguntei!"
Vc sabe o que é Biomimética?
É uma nova ciência que nos convida a aprender com a natureza.
Paisagismo e seus estilos
Para definir o jardim que queremos em nossa residência, além de termos o cuidado da escolha de um bom profissional, temos que ter em mente a variedade de opções, estilos e técnicas de plantio.
Qualidade de vida pela arborização
Um exemplo a ser seguido em uma cidade de Angola na África.
Coitadas das nossas árvores, coitadas de nossas calçadas
Caminhando pelas calçadas de nossas cidades, quase sempre danificadas por buracos e dos mais variados obstáculos, vemos as árvores.
Origem das flores ainda é mistério para a ciência
Darwin certa vez escreveu que a evolução delas continuava a ser "um abominável mistério".
Um presente inesperado
Ao ganhar de presente uma muda da minha flor preferida, a magnólia-rosa, nunca imaginaria a surpresa recebida...
Paisagismo: o florescer de uma profissão
Paisagismo: o florescer de uma profissão
Paisagismo do Futuro: Sustentabilidade verde
Jardins sustentáveis, ajudando as cidades a alcançarem a sustentabilidade. Qual a importância das áreas verdes nas cidades e conceitos de jardins sustentáveis.
A Sabedoria do Jardineiro
O jardineiro representa a melhor metáfora para designar o perfil de um novo profissional.
Abandono e incompreensão ameaçam legado de Burle Marx
No centenário de nascimento do célebre paisagista,especialistas cobram atenção a sua obra.
Para evitar uma barbárie na destruição da orla marítima no município da Penha - SC.
Apoio de paisagistas conscientes.
Substitua as espécies invasoras de seu jardim
A escolha adequada das plantas é essencial para que não haja nenhum dano ao meio ambiente.
Somos o que somos, mas amamos o que fazemos
Consegui me apaixonar por uma outra profissão: a de paisagista.
A lição do Jardineiro
Uma boa lição para nós! Como o jardineiro sábio, cuidamos das mudinhas das afeições com carinho e as deixamos florescer.
A criança e o jardineiro
Ensinamento.
O seu jardim determina a sua energia
Quando cultivamos uma planta, estamos na realidade cuidando de uma semente de energia.
A flor dos reis
Ao maior dos reis, leve um feixe de orquídeas.
Mais alimento e florestas no ar
Avidez das plantas por gás carbônico abre perspectivas de produzir mais alimento em menos espaço e de amenizar o aquecimento global.
Meu jardim, meu jardineiro. Minha estética e minhas verdades.
O brasileiro não percebe o verdadeiro sentido e importância da conservação da natureza.
Envie seu artigo
Queremos convidar você para ajudar-nos a enriquecer as nossas publicações.
Paisagismo na arquitetura
Uma obra arquitetônica permite diálogo com a área externa.
Folhas e flores iluminam lugares habitáveis
Um lugar sem plantas, sem crianças é um ambiente sem vida, sem alegria.
Sobre Jardins
Leia este artigo, escrito, imaginem, a alguns séculos atrás.
Lar verde lar
Imagine morar em harmonia com a natureza.

 

© Copyright 2002 - Paisagismo Brasil
Webmaster
Email: gm@paisagismobrasil.com.br